Dicas importantes para se destacar em um mercado competitivo

Dicas importantes para se destacar em um mercado competitivo

 

Toda mente empreendedora vislumbra um futuro em que se imagina à frente de um negócio de sucesso, mas seus primeiros passos normalmente se dão com um pequeno projeto tradicional, diretamente proporcional à sua atual capacidade, competência e recursos financeiros. Porém, mesmo que nem seja um negócio ainda, mas um projeto, alguns fatores são como as bases de uma grande construção, e determinarão se esta idéia trabalhada se sustentará a cada novo andar construído. São eles: a competência básica de organização, administração de espaços, liderança, organização do tempo, gestão de recursos limitados, foco em resultados, superação de desafios e dificuldades e comunicação interpessoal. Resumidamente, estamos falando de "empreender com ousadia, mas com consciência".

 

Gerindo um negócio embrionário

A maioria das pessoas abrem uma empresa e tem muitas dificuldades: Como vender o seu produto ao consumidor final? Como se posicionar no mercado? Como traçar as metas e objetivos de forma correta? Como separar as finanças da empresa e do empresário e por aí vai. Se você aprender a fazer uma boa gestão, automaticamente vai entender sobre Posicionamento de Mercado. Achar o seu posicionamento certo requer abrir mão de alguns medos, mudar alguns conceitos e crenças que atrapalham muitos empresários a prosperar. Muitas pessoas entram em um negócio e se posicionam como generalistas, justamente pelo medo de apostar em um nicho específico, ou seja, fazem de tudo um pouco, e isso impacta diretamente em suas vendas. Uma empresa que não vende não tem resultados, não lucra. Você precisa ter um modelo de vendas e isso tem a ver com o modelo do negócio.

Mas partindo do princípio que você, ao empreender, está seguindo todas as etapas de uma boa gestão, como toda pequena empresa em crescimento, logo descobrirá um outro desafio a se transpor: um estudo do Startup Genome Report descobriu que 90% das startups falham principalmente por “autodestruição, em vez da concorrência”. E qual é o maior motivo? O estudo, que envolveu mais de 3.200 startups de tecnologia, aponta que a maioria das empresas cresce muito antes de estar pronta. O conceito pode assumir muitas formas, como contratação de muitos funcionários muito rapidamente, gasto excessivo com aquisição de clientes antes que o produto esteja pronto etc.

Enquanto cerca de 74% das startups de internet falham devido à escala prematura, aqueles que escalam normalmente vêem um crescimento 20 vezes mais rápido, de acordo com o mesmo relatório do Startup Genome. As empresas que escalam adequadamente também conseguem atrair mais capital e clientes e, eventualmente, contratar mais funcionários. Portanto, dê um passo de cada vez e seja conservador quanto aos investimentos iniciais, dando a si mesmo, uma margem de erro que, caso a tenha que usar, não vá levar o seu negócio à falência prematura. Lembre-se que novas idéias devem ser escalonadas e dependem uma do sucesso da outra para serem aplicadas, levando em consideração que o negócio em si mesmo mostrará a demanda que precisa ser atendida durante o processo normal de seu crescimento.

 


Mantenha o equilíbrio entre o tradicional e o inovador

Empreendedores com visão de negócios tendem a se destacar em um mercado competitivo, além de sempre seguir adiante. Estude de forma cuidadosa sobre os negócios no Brasil e as teorias que regem nosso consumo. Os resultados vão chegar naturalmente, contudo, de nada adianta estabelecer estratégias e estudar bastante se o empreendedor não é capaz de organizar as ideias e fazer com que elas saltem de um papel para a vida real. A habilidade de organização é desenhada na premissa de que é preciso trabalhar de forma linear e definida, aliando cuidadosamente o processo tradicional (com suas limitações de mercado já conhecidas) e o processo de inovação (aquilo que você julga ser o "plus" que vai destacar o seu negócio dos demais). Em um cenário econômico flutuante, como o que vivemos atualmente no Brasil, sabemos que não se pode negar os riscos de começar um investimento. É justamente por meio desse problema que o empreendedor de sucesso consegue potencializar as suas ideias e transformá-las em soluções de mercado.