Como os aplicativos de transporte mudaram a ótica da exclusividade

Como os aplicativos de transporte mudaram a ótica da exclusividade

Sempre desejamos encontrar novas maneiras de ganhar dinheiro extra, ter uma segunda renda, ou até trabalhar com algo diferente, sem muitas burocracias.

A ideia é gerar uma boa renda e sempre ter um lucro a mais. Desde que os aplicativos de transporte por carros particulares chegaram no Brasil, muitas pessoas aderiram a nova forma de trabalho e se arriscaram em tirar seu carro da garagem e transitar pelas ruas de suas cidades, levando passageiros, encomendas e até comida.

É assim que muitas empresas saíram do anonimato para entrar com força neste mercado online. Empresas como a "Uber", "Cabify", "99 Táxi", "Me leva" e a "Eu entrego" são exemplos de startups que deram certo neste segmento. Isto acende uma lâmpada na cabeça de muitos empreendedores que ficam desmotivados ao perceber que o tipo de serviço que escolheram e que à primeira vista parecia exclusivo (pelo menos em seu conceito primário) já estava sendo explorado por alguém, provando que assim como há espaço para todos no mercado de trabalho, o sucesso destas empresas está nos detalhes, no diferencial sutil de cada serviço prestado. Seja transportando passageiros, refeições ou encomendas, o conceito é o mesmo, aplicado sob perspectivas e óticas diferentes.

E você? Já repensou sua idéia de negócio sob outra ótica?